Skip to content

Allan Kardec

 

 Nascido Hippolyte-Léon-Denizard Rivail, a 3 de outubro de 1804, foi apenas a partir de 1855, quando contava 51 anos de idade, que Allan Kardec (pseudônimo) se dedicou com afinco à observação e estudo dos fenômenos espíritas, cogitando principalmente de lhes deduzir as consequências filosóficas.  

Cientista, pedagogo e pesquisador, sua reputação frente à sociedade parisiense reforçou a seriedade da doutrina que começaria a divulgar em 1857, com "O Livro dos Espíritos".  

Evitando a abstração da metafísica e utilizando-se de argumentação lógica, demonstrou, por meio de várias obras, o processo da reencarnação, a sobrevivência do espírito e o papel da fé raciocinada, dentre outros aspectos que remetem à relação do homem com Deus, o Universo e a Humanidade.

 O impacto que os ensinamentos de Kardec continuam a ter, simplesmente não tem precedentes no que chamamos de “Espiritualismo”. Contudo, isso claramente não quer dizer que todos os aspectos dos ensinamentos de Kardec devem ser considerados inquestionavelmente corretos em todos pontos. Ele próprio frisou em seus apontamentos que tudo deve passar pelo crivo da razão.

FONTE: Federação Espírita Brasileira (FEB)

sfy39587p00